sexta-feira, 7 de outubro de 2011

O que a Ana Branco já dizia...


A professora Ana Branco criadora do Projeto Biochip da Puc-RJ a anos vem dizendo que existe um "chip" dentro dos vegetais crus e das sementes germinadas, e esse "chip" segundo a professora contém silício dentro de molécula de água, é o que nos traz a memoria e a sabedoria ancestral contida nos alimentos, por isso a importância de comermos os alimentos locais de nossa região em natura sem cozimento pois quando cozinhamos perdemos isso, experimente cozinhar um chip de computador e veja o que acontece quando for utiliza-lo, a memoria e todas informações se perdem... Nos alimentos a mesma coisa e além disso são desencadeados uma série de outros fatores inconvenientes ao nosso organismo. Confira a matéria a baixo.

Luciano Vivo

Sem preconceitos, sem lição de moral, sem papo de gente viciada em academia. Você é sim o que você come, mas é uma questão de genética. Pesquisadores da Universidade de Nanjing, China, descobriram que nós incorporamos no nosso organismo as informações genéticas dosalimentos que ingerimos.
Os testes liderados por Chen-Yu Zhang mostraram que pequenas tiras de RNA de vegetais entram na nossa corrente sanguínea assim que nós os engolimos – e ainda por cima podeminfluenciar em algumas atitudes dos nossos genes.
Quer um exemplo mais concreto? Existe um tipo de RNA chamado MIR168a, produzido pelo arroz, que foi encontrado em abundância no sangue da população chinesa. E pesquisas anteriores feitas com ratos já haviam concluído que o MIR168a inibe a habilidade do fígado de filtrar o LDL, o chamado “colesterol ruim”.
Essa descoberta pode ajudar muito no desenvolvimento da medicina herbal, tão famosa na China.
Agora, enquanto alguns alimentos podem nos ajudar, outros querem estragar a nossa vida – e nem estamos falando de hambúrguer com batata frita. É o suco de laranja.
Pois é, um estudo recente australiano afirma que o suco da laranja contém tanto açúcar que faz mal: pode aumentar o risco de alguns tipos de câncer. Eles examinaram a dieta de 2.200 adultos, que foram acompanhados durante dois anos. Os pesquisadores então procuraram traços de câncer de intestino neles.
Sem surpresa alguma eles viram que comer maçã, couve-flor e brócolis ajudava a reduzir bastante a probabilidade de desenvolver a doença.
Publicado pela Super Interessante em http://super.abril.com.br/blogs/superblog/geneticistas-comprovam-voce-e-o-que-voce-come/

2 comentários:

  1. Excelente o seu blog! Fiquei com água na boca! Abraços veganos.

    ResponderExcluir
  2. Gratidão querida fico muito feliz em passar a diante as informações que tenho. Namastê

    ResponderExcluir